Dicas de ouro sobre alimentação

Por Henrique Bertini


Devemos nos tornar conscientes do que comemos, sem radicalizações, privações ou sofrimento. Essa relação deve ser natural e amadurecida. Um dos principais pontos para desenvolvemos essa consciência é quando cozinhamos.



A partir do momento que ingerimos qualquer comida, nos tornamos aquela comida. Não ficamos vivos sem a comida. Ela é nossa principal fonte de energia. Sendo assim, o momento que nos alimentamos é um momento sagrado; de comunhão.


Quando cozinhamos nós sabemos o que estamos comendo e de onde vieram os ingredientes que escolhemos. Por isso, comemos de forma mais saudável. Claro, quem são poucos os que tem habilidade para se tornar um chefe, mas acredito que todos nós, sem exceção, somos capazes de produzir nosso próprio alimento, nem que seja de vez em quando. Se esse treino começar na infância, certamente teremos mais habilidade e potencial para cozinhar bem. Mas a idéia aqui é saber como criarmos, com simplicidade, uma refeição saborosa, que esteja de acordo com quem somos e quem queremos nos tornar.

O Ayurveda nos ajuda muito a estabelecer essa relação com o alimento através de alguns hábitos simples de serem implantados.



  1. O alimento deve ser morno

  2. Untuoso

  3. Devemos comer apenas quando sentirmos os sinais da fome

  4. Evite ou elimine os alimentos conflitantes

  5. Coma em um lugar agradável e harmonioso

  6. Evite comer com pressa

  7. Evite também comer muito devagar

  8. Coma com concentração. Esteja presente

  9. Evite falar ou rir

  10. Alimente-se com consciência e gratidão